Polícia investiga desaparecimento de homem no Rio Turvo

Bombeiros retomarão buscas nesta quarta-feira
Nesta quarta-feira, 12, completa-se quatro dias que Sebastião da Silva Luz, 41 anos, desapareceu nas águas do Rio Turvo.

Os bombeiros fazem buscas desde o último domingo, e ontem usaram dois mergulhadores experientes nesse tipo de resgate. Segundo o Sargento Paulo Roberto de Almeida, foi feita uma varredura nos 200 metros ao redor de onde a vítima teria caído, conforme testemunhas informaram à polícia, porém, nada foi encontrado.

Ainda de acordo com Almeida, a partir de hoje serão retomadas as buscas superficiais, assim como nos primeiros dias, sem uso de mergulhadores. O trabalho dos bombeiros continuará até que Sebastião seja encontrado, disse o Sargento. Questionado sobre a possibilidade do uso de cães farejadores, o Sargento disse que isso depende da polícia, caso entenda ser necessário.

O delegado responsável pelas investigações, Roberto Fagundes Audino, informou que até o momento “a polícia trabalha com a hipótese de afogamento” […], mas “não descartamos outras hipóteses, estamos ouvindo as pessoas que estavam no local”. Novas diligências serão realizadas, finalizou o delegado.

O CASO
Sebastião da Silva Luz, 41 anos, desapareceu na manhã de domingo, 09, enquanto acampava e pescava com um grupo de seis amigos, na localidade de Turvinho, nas proximidades da ponte que divide os municípios de Santo Augusto e Coronel Bicaco.
O fato aconteceu por volta das 06 horas, quando amigos ouviram um barulho na água e não localizaram mais Tião, como é conhecido.

No local, onde a vítima teria caído, há poços de aproximadamente 2,5 metros, informaram os bombeiros, porém, a água lamacenta, muitos galhos no fundo do rio e a correnteza estão dificultando o trabalho dos profissionais.
Sebastião é residente do bairro Tiradentes, em Santo Augusto.
Fonte: Rádio Querência Online

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.