TRIGO: Lavouras em bom desenvolvimento na área da COTRIMAIO

12/09/2018
TRIGO: Lavouras em bom desenvolvimento na área da COTRIMAIO
Geadas não afetaram a cultura na região
Com clima favorável a expectativa de produtividade anima triticultores
Conforme avaliação do Engenheiro Agrônomo da COTRIMAIO, Charles André Neuhaus, na área de atuação da cooperativa a cultura do trigo vem apresentando um bom desenvolvimento desde o inicio de sua implantação, teve uma germinação uniforme e nesse momento encontramos lavouras em varias fases de desenvolvimento, mas a maioria encontra-se espigado ou em fase de espigamento. Conforme a equipe técnica da COTRIMAIO, as fortes geadas que ocorreram na ultima semana de agosto ocasionaram poucas perdas.

Com uma área próxima a 55 mil hectares, na região de atuação da COTRIMAIO a cultura do trigo se mostra uma importante opção de inverno, ajudando na cobertura de solo, formação de palhada, diluição dos custos fixos, além de gerar uma importante receita, que na maioria das vezes e usado para a formação da lavoura de soja. “O clima para o desenvolvimento do trigo é considerado bom, apesar de um mês agosto chuvoso e com dias nublados, a cultura se apresenta com bastante sanidade e um bom potencial produtivo, nessa ultima semana o sol voltou a aparecer favorecendo em muito o seu desenvolvimento”, destaca ele.

Charles André Neuhaus alerta que nesse momento os principais cuidados com o trigo se referem a doenças como ferrugem da folha e giberela que podem se acentuar em decorrência do clima principalmente calor e umidade o que prejudicam em muito a produtividade e qualidade comercial do produto. A principal forma de controle dessas doenças é o controle com o uso de fungicidas recomendados a cultura.

“Pedimos aos associados que na duvida da identificação das doenças e possíveis controles solicite a visita de um dos nossos técnicos para ajudar no acompanhamento de sua lavoura e na recomendação dos melhores produtos e momentos de aplicação. Os maiores investimentos na cultura já foram realizados que são a semente e adubação e não podemos limitar a produtividade por falta de tratos culturais”, finaliza.
Fonte: Cotrimaio

DEIXAR UM COMENTÁRIO

O comentário é de total responsabilidade de seu autor e está sujeito as leis que regem a utilização deste serviço online.